94361094_786276381900443_8233777594370097152_n

Em maio acontece a 7ª Semana André Carneiro. Evento que ficará marcado pelo inusitado. Tempos de turbulências causados por uma pandemia sem previsão de como, e quando terminar. Tempos de cidades vazias, como antecipou André Carneiro no conto “A Espingarda”, de 1966. Esta edição coincide com os setenta anos da “Primeira Exposição Coletiva de Pintura de Atibaia”.

Evento sem precedentes no país, quando uma pequena cidade do interior abrigou parte importante da história da Arte Moderna Brasileira. Aqui foram expostos originais de Guignard, Oswald de Andrade Filho, Franz Weissmann, Cicero Dias, Di Cavalcanti, Flávio de Carvalho, Flexor, Milton Dacosta, Anita Malfatti, Aldemir Martins, Quirino da Silva, Maria Leontina, Sergio Milliet, Walter Levy, Livio Abramo, Odeto Guersoni, Carlos Scliar, Oswaldo Goeldi, Athos Bulcão e outros.

Promovido por André Carneiro, sua irmã Dulce e Ruth Diem, a exposição foi inaugurada dia 28 de junho de 1950, contando com a presença de todos os organizadores: Aldo Bonadei, Geraldo de Barros, Lothar Charoux e João Luiz Chaves. A mostra aconteceu no saguão do recém-inaugurado Cine Itá, marcando o inicio do “Clube de Cinema de Atibaia”, entidade jurídica também criada por André Carneiro e demais participantes do jornal literário “Tentativa”. No Clube de Cinema eram exibidos filmes de arte e debatidos pelos participantes no final de cada sessão.

Pelas razões descritas acima, toda programação prevista para a 7ª edição da Semana André Carneiro foram alteradas. A ideia inicial era realizar uma exposição com reproduções de obras que integraram a “Primeira Exposição Coletiva de Pintura de Atibaia”, recriando o clima e o valor estético do evento. Infelizmente não será possível em função da suspensão de todas as atividades culturais. Optamos então em transformá-la numa mostra virtual, que terá apoio do Departamento de Comunicação da Câmara de Vereadores de Atibaia e do jornalista Luiz Gonzaga Neto.

A palestra preparada pelo psiquiatra e psicoterapeuta Paulo Urban, sobre o amigo André Carneiro, também foi suspenso pelos mesmos motivos. Além da exposição virtual, manteremos o lançamento da versão piloto da 6a edição do “Caderno da Semana” e realizaremos uma “live”, com mediação de Juliana Gobbe e convidados. Entre eles Gilberto Sant’Anna, Mauricio Carneiro, Paulo Urban, Carlos Alberto Pessoa Rosa, Márcio Zago e outros. Ela acontecerá dia 09 de maio, sábado, às 20h pela página de facebook da Semana André Carneiro (https://www.facebook.com/www.semanaandrecarneiro.com.br/).

Dessa forma, embora com uma programação modesta, não interromperemos sua sequencia. A 7ª Semana André Carneiro tem a realização do Instituto de Arte e Cultura Garatuja. Participe!